Peritos decidem entregar cargos

Peritos criminais decidem entregar cargos comissionados caso negociações não avancem

Em assembleia geral da categoria, realizada hoje (20), na sede do Departamento de Polícia Técnica, na Avenida Centenário, os peritos criminais do Estado da Bahia decidiram pela entrega ao Governo do Estado dos cargos comissionados caso as negociações não avancem.

foto-pedro-castro

Peritos criminais decidem entregar cargos comissionados caso negociações não avancem. Foto: Pedro Castro.


Recentemente, os sindicatos que representam os servidores das polícias Técnica e civil iniciaram um movimento conjunto com o objetivo de cobrar do Governo do Estado, dentre outros itens, melhores condições de trabalho, cumprimento da aposentadoria especial e reestruturação salarial.

“Temos diversas demandas reprimidas e que precisam da atenção do governador. Por exemplo, a Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado da Bahia estabelece que o servidor que tiver seis anos na mesma classe terá direito a participar do processo de promoção. Temos peritos criminais que irão completar sete anos e o processo ainda não foi iniciado; pois o decreto de regulamentação não saiu”, afirma Leonardo Fernandes, presidente do Sindicato dos Peritos Criminais do Estado da Bahia (Asbac  Sindicato).

O sindicalista também mostra bastante preocupação com a situação do concurso. O Governo do Estado da Bahia convocou apenas 23 Peritos Criminais. “Esse número é surreal. Estamos com o mesmo efetivo há praticamente 10 anos. É necessária a convocação imediata de todos os candidatos aprovados e excedentes no concurso do Departamento de Polícia Técnica da Secretaria de Segurança Pública”.

Recording Studio_edited.jpg

Ouça os nossos
Podcasts!

Em nosso perfil no Spotify você vai encontrar diversos relatos e estudos de caso que vão te entreter e te surpreender.

Seja um dos nossos, filie-se!

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social