Peritos da Bahia decretam Operação Padrão em assembleia unificada

Hoje (13), em assembleia unificada dos peritos criminais, odontolegistas, peritos médicos e peritos técnicos, realizada no Departamento de Polícia Técnica, na Avenida Centenário, foi decidido pelo início da Operação Padrão das referidas categorias.

Os profissionais reivindicam do Governo do Estado da Bahia “melhores condições de trabalho; nomeação dos concursados; reestruturação salarial e aposentadoria especial”, afirma o presidente do Sindicato dos Peritos Criminais do Estado da Bahia (ASBAC Sindicato), Leonardo Fernandes.

padrao1

Com a adoção da Operação Padrão, todas as perícias realizadas só deverão ser realizadas acompanhadas por prepostos das unidades solicitantes ou policias militares. E os exames locais ou laboratoriais somente serão realizados com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Na falta de EPIs, o perito relatará por escrito ao seu superior as causas pela não realização do exame. Nos laudos os peritos comunicarão os prejuízos para os exames oriundos da falta de materiais, como reagentes, embalagens, ferramentas, luvas etc.

A assembleia unificada dos peritos criminais da Bahia foi realizada de forma conjunta pela ASBAC Sindicato, Sindicato dos Peritos Técnicos de Polícia do Estado da Bahia (SINDPEP) e Sindicato dos Peritos Médicos e Odonto Legais da Bahia (SINDMOBA). Os presidentes do SINDPEP, Marcel Engrácio, e o presidente do SINDMOBA, Cláudio Araripe, participaram da assembleia geral.

No dia 25 de Novembro, uma assembleia geral e conjunta das carreiras que compõe o Departamento de Polícia Técnica e a Polícia Civil deliberou por uma paralisação de 24 horas de todas as carreiras, que ocorreu no último dia 2.

padrao2
Recording Studio_edited.jpg

Ouça os nossos
Podcasts!

Em nosso perfil no Spotify você vai encontrar diversos relatos e estudos de caso que vão te entreter e te surpreender.

Seja um dos nossos, filie-se!

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social