Peritos criminais da Bahia protestam contra sucateamento do Departamento de Polícia Técnica


Em assembleia geral realizada no dia de ontem, 16/03/2022, os Peritos Criminais do Estado da Bahia decidiram protestar contra a política salarial e de sucateamento do Departamento de Polícia Técnica promovida pelo governo Rui Costa.


Após anos sem concurso público, investimentos e recomposição salarial, a situação do DPT tornou-se insustentável. Diversos equipamentos necessários para a produção de prova material estão parados há anos por falta de manutenção, como no caso do microscópio eletrônico de varredura – MEV que custou cerca de 1 milhões de Dólares (R$ 5.038.000,00), e não funciona desde 2017; degradação da estrutura física do Laboratório Central de Polícia Técnica, ocasionando verdadeiras cachoeiras nas dependências do LCPT em dias de chuva; escalas com plantões sem peritos criminais em boa parte do interior do estado; a não realização de exames periciais por falta de insumos, tais como DNA e identificação de veículos, dentre outros.


Foram oito anos sem sucesso tentando diálogo com o governo, que nunca recebeu os representantes da categoria. Como forma de tentar abrir este canal de negociação, a categoria deliberou por ampla maioria:

• Entrega dos cargos no dia 21/03/2022;

• Recusar plantões extras a partir de abril para composição de forças tarefas, deixando, dessa forma, de realizar diversas perícias na área de veículos, balística, informática, participação na Operação Posto Legal, escalas de supervisão e Centro Integrado de Comando e Controle;

• Realizações de exames periciais apenas se forem disponibilizados os equipamentos de proteção individual e coletiva;

• Transitar apenas em viaturas que possuam condições de técnicas de tráfego;


• A não utilização de objetos de uso pessoal na realização das perícias e tampouco compra de materiais com recursos próprios;

• Informar ao superior imediato, com cópia para ASBAC/SINDMOBA, sobre a falta de material/insumos para a realização das perícias;

Esperamos que o governo do Estado se sensibilize com a situação precária em que se encontra a perícia, que outrora foi referência nacional, e abra um canal de negociação com a categoria.

Por uma Perícia de Excelência.

Recording Studio_edited.jpg

Ouça os nossos
Podcasts!

Em nosso perfil no Spotify você vai encontrar diversos relatos e estudos de caso que vão te entreter e te surpreender.

Seja um dos nossos, filie-se!

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social