Pagamento de terceirizados ainda continua em atraso

Após atraso de quatro meses, funcionários terceirizados do Departamento de Polícia Técnica (DPT) receberam o primeiro salário de 2017 na quarta-feira (3). O segundo mês de atraso começou a ser pago, no entanto, ainda permanece o atraso de três ou dois meses para alguns trabalhadores e nenhuma satisfação foi dada aos mais de 100 funcionários que também esperam definições quanto aos seus pagamentos da empresa anterior, que saiu sem honrar os compromissos trabalhistas.

“Não há comprovação de vínculo trabalhista com a empresa atual, nem os contracheques são entregues. Esses funcionários são responsáveis pelos mais diversos serviços: condução de viaturas, auxílio de necropsias, serviços administrativos. Isso influi diretamente na qualidade dos serviços e apenas um mês de pagamento não sana a necessidade desses profissionais”, disse Leonardo Fernandes, presidente da ASBAC Sindicato, sensibilizado com a atual condição à qual os trabalhadores são submetidos.

Segundo a empresa BRM, concessionária do serviço, o problema foi gerado em contas vinculadas que não recebiam os depósitos, mas seu representante também afirmou que não houve repasse do Departamento de Polícia Técnica (DPT). A empresa também não soube precisar quando será a quitação total das verbas dos profissionais.

Recording Studio_edited.jpg

Ouça os nossos
Podcasts!

Em nosso perfil no Spotify você vai encontrar diversos relatos e estudos de caso que vão te entreter e te surpreender.

Seja um dos nossos, filie-se!

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social