Asbac e Sidmoba visitam Polícia Técnica de FSA e constatam: “a situação é precária”



 

A reforma que deveria ser motivo de melhoras no imóvel onde os profissionais da Coordenadoria Regional de Polícia Técnica de Feira de Santana (CRPT) trabalham, tem se tornado um grande empecilho para eles realizarem as atividades laborais cotidianas. O Sindicato dos Peritos Criminais da Bahia (Asbac) e o Sindicato dos Peritos Médicos e Odonto Legais da Bahia (Sindmoba) visitaram o local nesta semana e constataram a veracidade da denúncia feita pelos profissionais.


O problema é que enquanto a reforma acontece, os profissionais não foram transferidos para um outro local, por isso, há 8 meses (época em que as reparações foram iniciadas), todos os especialistas da Polícia Técnica de Feira de Santana, estão trabalhando em meio aos destroços da demolição, poeira e barulhos. Para o presidente da Asbac, Perito Criminal Leonardo Fernandes, a situação é totalmente desnecessária. “Denunciamos recentemente e mostramos os dados que expõem o abandono da Polícia Técnica da Bahia com a falta de concursos públicos. Essa situação da CRPT em Feira é só mais uma constatação que o nosso departamento está completamente desassistido”, afirma o perito. Ele ainda salienta que a reforma na Coordenadoria é muito necessária, porém, a Secretaria de Segurança Pública precisaria ter transferido os especialistas pra um local provisório adequado enquanto a reforma não estivesse totalmente concluída: “Quando estivemos lá, até os engenheiros e pedreiros que estavam realizando reforma disseram que o trabalho seria muito mais ágil se o local estivesse totalmente desocupado”, finaliza Leonardo.




Recording Studio_edited.jpg

Ouça os nossos
Podcasts!

Em nosso perfil no Spotify você vai encontrar diversos relatos e estudos de caso que vão te entreter e te surpreender.

Seja um dos nossos, filie-se!

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • Twitter ícone social
  • YouTube ícone social